Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO PARA A JOESA AMADA.

 

 

 

 

Ah, Menina muito amada!

Que tenho em meu coração

Com essa saudade danada

Cobre-me de muita emoção.

 

 

Com carinho e inefável candura

Querer-te-ia sempre ao meu lado

Abraçar-te-ia com muita ternura

Próprias do ser amando e amado.

 

 

Mas a distância é uma loucura.

Deixa-me com teimosas saudades

De ti minha eterna doçura.

 

 

Amor só meu e sem os enleios

Livra-te o Senhor das maldades

Tu és o meu anjo nos devaneios.

 

 

Eráclito Alírio

 

 

Eráclito Alírio da silveira
Enviado por Eráclito Alírio da silveira em 27/11/2006
Código do texto: T302643
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eráclito Alírio da silveira
Imaruí - Santa Catarina - Brasil, 75 anos
889 textos (139904 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/06/17 04:29)
Eráclito Alírio da silveira