Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERSOS PARA A MENINA JOESA.

 

 

A Joesa nasceu moreninha

Rara Silveira também

É minha filha pequenininha

Tão boa de se querer bem.

 

 

Parecia uma bela chinesinha

De olhos pretos e bem puxados

O rosto era o de uma bonequinha

De cabelos pretos encaracolados.

 

 

Nos seus primeiros passinhos

Equilibrando-se num cai e não cai

Brilhavam os seus olhinhos

E a torcida gritava: Ai! Ai!

 

Tu eras bem safadinha

Brincavas com as panelas

Precisava duma cerquinha

Nas portas e nas janelas.

 

Tudo era um encanto

Quando ao colo tu dormias

Fingindo e portanto

Enganavas-me e sorria.

 

Eráclito Alírio

 

 

 

Eráclito Alírio da silveira
Enviado por Eráclito Alírio da silveira em 27/11/2006
Código do texto: T302655
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eráclito Alírio da silveira
Imaruí - Santa Catarina - Brasil, 74 anos
889 textos (135337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:55)
Eráclito Alírio da silveira