Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0898 - Gosto




Gosto de você bem junto,
sem comemorar,
não tem dia, não tem hora,
nem eu sei, não importa o porquê.




Gosto do seu cheiro,
quando espalhamos paixão,
revolvemos a casa por dentro,
os corpos e fazemos amor.




Gosto do jeito do beijo,
os braços parecendo galhos,
você arvore, os frutos eu colho,
e recolho pra mim.




Gosto de não ter o que fazer,
ficar ausente do mundo,
meio louco, meio lúcido,
você me entende, inteiro seu.




Gosto das guerras, as nossas,
disputa pra desligar a luz,
quem fica de que lado, em cima,
em baixo, o gozo vence.




Gosto do meu gostar,
do amor que dedico,
falta um tanto, você diz,
dou-te, prometo, mais à noite.




Gosto do champagne,
se não tem, guaraná,
com você tudo muda de sabor,
o amor, o seu, que me faz assim.




27/11/2006

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 27/11/2006
Código do texto: T302903
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116243 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:02)
Caio Lucas