Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0899 - Menino, menina!



 

 

Nasci água que corre pro caminho da rua,

no vento que sopra no olho que pisca,

a mão que acena a garotinha que passa,

o beijo sonhado na boca que diz não.

 

 

Sou menino que acorda com o sol dourado,

carregando o lanche embrulhado em papel de escrever,

no bilhete que a professora rabiscou no quadro,

com o giz colorido como fita do cabelo da menina.

 

 

Toco o laço amarrado que encolhe os ombros,

quando falo no ouvido que ouve música,

nos fones do rádio que grita um rock setenta,

e não beija, não fala, faz beiço e roda a saia.

 

 

Evaporo no caminho como água da chuva,

que cai como a flor que veio do cabelo da lua,

sem as mãos dadas com a vontade do beijo

a boca diz não pousando os olhos na tarde da rua.

 

 

27/11/2006

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 27/11/2006
Código do texto: T302906
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116243 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:23)
Caio Lucas