Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLIDÃO

Você vem quando menos te quero aqui
Invade meu coração sem bater na porta que nele existe
Com lágrimas nos olhos, desesperadamente eu já pedi.
Que me deixes, que vá embora, mas você insiste.

Queria ser mais forte para te expulsar daqui
É impossível não acreditar que você ainda existe
Queria tanto vê-la partir
É você, sim é você que me faz ser triste.

Vou contar-lhe um segredo antes que minh’alma seja morta
É por sua causa que minh’alma chora
Você me punge, me ensangüenta e me corta.

E como se não bastasse sofregamente me devora
Solidão abra esta porta
E por favor, vá embora!

Escritor e Mestre Jailson Santos
Jailson Santos
Enviado por Jailson Santos em 28/11/2006
Código do texto: T303429

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jailson Santos
Salvador - Bahia - Brasil
46 textos (2390 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:34)
Jailson Santos