Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor Proibido

AMOR PROIBIDO
teresa Cordioli
Sumaré SP.

Meu coração não sabe
viver mudo...
Meu coração é poeta,
vive querendo que eu o deixe
falar de amor... enfim...
Mas prometi a mim mesmo,
que o deixaria calado,
sofro por isso um bocado.
Ele chora, chora por mim
que sofre por me ver assim,
sem ter inspiração...
E sem abrir a porta do meu coração,
a palavra não vem a minha mão...
Apenas permito que minha boca fale
aquilo que língua mandar...
Enquanto proíbo-o de falar,
vou poetando pelo outros...
O meu, guardei em lugar protegido,
neste momento não fala,
nem pode ser ouvido...
Guardei a senha secreta,
em lugar bem protegido,
por lá, não chega nem um ruído
Meu coração está de castigo,
por uma paixão sem juízo,
de um amor proibido.
Amanhã, talvez quem sabe, eu saia do sufoco
a outro entregando a chave,
permitindo que tire meu coração poeta
deste enclave.





Teresa Cordioli
Enviado por Teresa Cordioli em 28/11/2006
Reeditado em 03/12/2006
Código do texto: T303583

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Teresa Cordioli
Sumaré - São Paulo - Brasil
376 textos (21304 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:27)
Teresa Cordioli