Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Concerto a Quatro Mãos

Ah, já não sabes o que fazer com isso, eu sei...
Eu também ando a mim estrangeiro:
Estranho os cômodos da minha própria casa,
Tudo fica tão minúsculo diante do que sinto
Que quero ficar eternamente parado
Contemplando a linha do horizonte...

Em busca do grande que não encontro ao meu redor...
Preencheste tudo!
Não posso mais seguir sem ti, meu ideal, meu real
Minha única verdade e sentido.
É em volta de ti que gravito!
É por tua causa que respiro!

Não, não disfarces quando me veres
Eu sei que também esperas
Por momentos como estes,
 Teu olhar é o teu próprio delator.
Basta um simples gesto para que inundes
Meu coração de alegria...

Há tantas coisas que queria falar-te
Mas passas por tão longe, mal percebes meu cumprimento...
Estás tão segura e eu aqui dentro em escombros
Focando teu rosto para ver se encontro
Um resquício de saudade
Porém segues indiferente, qual deusa pisando a terra.

     Á noite deito-me e fico a olhar as estrelas indagando
O por quê de tanto mistério
Por que tenho que ser impassível como um mármore
Quando o que queria era ser despojada como
A mais frágil das flores para que me tocasses
Com tuas mãos fortes e rudes

Ah!... Também tu sentes esta força inexorável
Disfarças muito bem, mas percebo
Que tremes quando me fitas nos olhos
Ah!..., Se pudéssemos transpor todas as barreiras e convicções
Ah!..., Se fugíssemos para onde só chega o vento...
O vento que envolve meus cabelos quando te vejo à noite.

Mas ficas muda diante de mim
Como que diante de um impertérrito juiz
Que condena todos os teus passos.
E foges arisca ao meu contato e eu fico
Sem saber se amas realmente ou se é só
Pura ilusão o que sinto por ti.


André Breton
Enviado por André Breton em 28/11/2006
Código do texto: T303585

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Breton
Aracati - Ceará - Brasil, 31 anos
60 textos (11780 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:21)
André Breton