Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Em Nome


Perdoe-me pelo atrevimento
Mas escrevo em nome de um amigo
Que pedis-te em lamentos
Transforme as escritas em meus sentimentos

A Sua timidez, somente agora compreendo.
A sua beleza singela é um grande tormento
Embaralha as palavras as deixando sem redação
Meu coração poeta agora é só confusão

Não sei se escrevo pelo amigo
Ou se perco a razão
Permitindo que a escrita
Seja substituída pelo meu coração

Rabiscos nestes versos
Feitos a quatro mãos
Palavras de um amigo
Que se misturam com a minha afeição

Iniciarei pela palavra menina
Passando pelo céu do teu olhar
Seu belo sorriso
Dá vontade de beijar

Mas, não posso tomar
Seria o mesmo que jogar
O brilho das estrelas ao mar
Larapiando as palavras de quem me confiou

Covardemente vou encerrando
Sem dizer nada não
Antes de iniciar-te
Me amor tu cativou

Meu coração frágil de poeta
Não permite que termine assim
Que direi ao meu amigo
Quando este intervier?

Que o seu belo sorriso
O brilho dos teus olhos
Fizeram as palavras exaurirem
Mas, cerro e levo-a para o amigo

Quem saiba este possa prosseguir
Depositando o seu amor
Que por mais belo que seja a escrita
Fica impossível transmitir

Robert Jorge
Enviado por Robert Jorge em 28/11/2006
Código do texto: T304249
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Robert Jorge
São Paulo - São Paulo - Brasil
120 textos (3920 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:40)