Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nenhum começo, para tantos fins.

Que estranho fim,
Para essa falta de começo,
Quando mais distante eu permaneço,
Mais eu te conheço,
Lembrando de momentos que não existiram,
De quando tudo era simples,
Simplesmente por você sorrir,
Triste fim,
Para essa falta de começo,
Quanto mais longe quero ir,
Próximo eu permaneço,
Procurando significados ocultos,
Em frases vazias,
Nesse instante esqueci como você é fria,
Um grande fim,
Para uma imensa falta de começo,
Só hoje percebi,
Como não te conheço,
Você me provou eu reconheço,
De mim você partiu,
Um único fim,
Você nunca mereceu um começo.
Leo Magno Mauricio
Enviado por Leo Magno Mauricio em 02/07/2005
Código do texto: T30472
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leo Magno Mauricio
Guarulhos - São Paulo - Brasil
455 textos (14412 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:50)
Leo Magno Mauricio