Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORAGEM, CORAÇÃO!

O amor morre?
Morre.
Um rio de sangue escorre
de seu peito ferido.

O amor é nau frágil,
à beira do naufrágio,
dia após dia.

Portanto,
coragem é obrigação.
Coragem, coração!
Não se engane com a alegria.

Aproveite o momento,
o beijo, o afago, o afeto
e, para a falta, o ciúme, a rotina,
esteja preparado.

O amor morre
se não é reinventado
todos os dias,
paulatinamente.

A riqueza do amor
está nos detalhes,
nos pequenos gestos
e olhares,
na mão que afaga,
no sorriso cúmplice,
na palavra.

Às vezes, o amor falha,
parece fenecer.
Nessas horas,
é preciso conter a tensão
e repetir como um mantra:
coragem, coração!

Quem disse que amar é fácil?

Francisco C
Enviado por Francisco C em 29/11/2006
Reeditado em 29/11/2006
Código do texto: T304720

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.franciscocampos.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco C
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 48 anos
363 textos (25669 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:34)
Francisco C