Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor - não vi você chegar...

Amor
Sentimento insinuante...
Chega de mansinho,
Como quem nada quer
E se instala
E se encalacra no peito,
De maneira indelével.

E nós, sem percebê-lo
Quando nos damos conta
Já passou o ponto ótimo,
Que seria possível detê-lo.

Assombrados, sem ação,
Olhamos o seu crescer,
Dentro do nosso peito,
Sem licença requerer.

Não se pode extinguí-lo,
Só por que o desejamos.
Não se pode ignorá-lo,
Ou desinstalá-lo,
Pois ele se fixa, qual anzol,
Na boca do peixinho ingênuo.
E quanto mais nos debatemos,
Mais firme e profundamente,
Ele fere nossas entranhas.

Vai machucando, docemente...
como um orgasmo latente,
Antes de explodir, de ser,
Um raio de luz e prazer


Serelepe
Enviado por Serelepe em 29/11/2006
Reeditado em 29/11/2006
Código do texto: T305266

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Serelepe
Curitiba - Paraná - Brasil
552 textos (36118 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:33)
Serelepe