Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

divina

ela muito me fascina
é o meu estimulante
e ela, se não me domina,
me arrebata num instante

do cavalo vejo a crina
de beleza estonteante
mas não mais que a da menina
do cabelo esvoaçante

tudo o que ela me ensina
vejo que é importante
até mesmo a rotina
com ela é gratificante

sei que é a minha sina
ser seu coadjuvante
ou a marca da neblina
que avermelha o seu semblante

ou a água cristalina
que lhe beija o corpo arfante
onde às vezes predomina
um desejo estimulante

ela é como a morfina
efeito paralisante
mas também a adrenalina
que me deixa saltitante

tem gente que abomina
esse rimado enervante
não desprezo a sua estima
nem vou ser recalcitrante

e o poema assim termina
dessa forma não vibrante
e também não tão divina
que só ela é que bastante


Rio, 02/09/2006
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 30/11/2006
Código do texto: T305337

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6596 textos (144497 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:55)