Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ainda não ouso...

O amor se perdeu do amor...
A loucura cessou, silêncio se fez...
Regresso vertiginoso ao vazio...
Passos na calçada, partindo outra vez...

Ainda pensar não ouso, não confesso...
Apenas caminho, deixo-me levar...
Como todo encanto, todo belo canto,
Espero a música linda terminar...

A tarde se faz morena, quase negra,
Vou sorrindo de tudo, de mim, do desatino...
Do ano que nasci, tão errado encontro.
Eu que pensei ser o tempo um menino...

Não ouso ainda dizer a palavra...
Ela levaria minha vida, levaria tudo...
Tranco os lábios, sangro a alma,
Vou digerindo meu próprio absurdo...

Sentimento perdido na perfeição,
Certo, correto, intenso demais...
Visionária não acordei, nem notei, ..
Que a resposta seria nunca, jamais!

Ainda não ouso dizer,
Adeus, até nunca mais...
Mary Trujillo
Mary Trujillo
Enviado por Mary Trujillo em 03/07/2005
Código do texto: T30555

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mary Trujillo
São Paulo - São Paulo - Brasil
387 textos (25776 leituras)
41 áudios (1840 audições)
8 e-livros (1171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:24)
Mary Trujillo