Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ad Eternum ...

Quis o onipotente destino
que nossas histórias se cruzassem
momentaneamente se fundissem
e repentinamente se separassem

Caminhos diferentes
Rastros apagados
Cicatizes latentes
Corpos marcados

Não há retorno nessa jornada
Voltar é impossível nessa estrada
O rio segue célere sua direção
arrasta e espalha nossa emoção

Mas é seu nome que o vento chama
nas eternas noites de solidão
é você que busco na cama
em todos os momentos de paixão

É você que vejo quando penso em amor
É seu corpo que sabe me trazer calor
É sua voz que me arrepia
Delicioso vício em forma de melodia

Esquecer é impossível
apagar é ilusão
mesmo que por hora inatingível
Você é a única dona do meu coração

Pode ser que não mais te alcance
Mas nunca deixarei de tentar
mesmo que por um simples instante
Preciso voltar a te amar

Mesmo que seja meu último ato
nesse grande teatro de ilusão
pois na verdade, o único fato
é que você é minha paixão.

Eterna , total e infinita
sempre foi e será você minha menina bonita.
Sem chances de substituir e trocar
Você, somente você é a mulher que nasci para amar.

Ad Eternum...

Leonardo Andrade
Leonardo Andrade
Enviado por Leonardo Andrade em 01/12/2006
Código do texto: T306363

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leonardo Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1568 textos (71180 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:32)
Leonardo Andrade