Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ao meu amor.

Em cada olhar que me flechas,
meu coração palpita veloz;
parecendo uma locomotiva
pronta para ir até o "nós";
sim, o eu e você unidos,
numa interminável viagem do amor.

Porque me flexas assim?
Deixando ferido o meu coração!
Se não abres o caminho viril;
se não me tocas com a sua mão!

Quando soa tua voz,
salta em meu peito,
o ardente desejo,
de ir ao teu encontro,
para ouvir a doce melodia,
das palavras que um dia,
mudaram meu coração.

Se encontrasse o gênio da garrafa,
lhe faria três pedidos:
o primeiro, seria para que você me desse o seu sim;
o segundo, para que o noso amor nunca temha fim;
o terceiro, para que nós nos amássemos,
na rua, na chuva, na fazenda, ou numa casinha de sapê.
SilvaWS
Enviado por SilvaWS em 04/07/2005
Reeditado em 04/07/2005
Código do texto: T30960
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
SilvaWS
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil
130 textos (11694 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:23)