Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carta

Querido Amigo,
Estou aqui triste, chorei de verdade,
Parecia que na solidão do meu quarto, ia me enlouquecer,
Saudade, vazio, ansiedade, vontade de olhar você,
  Solidão, angustias, medos, melancolias,
 De repente a lembrança da doçura de sua voz, enche-me de esperança,
Uns minutos de paz... Volto-me os lápis, papeis, rabisco projetos,
Vejo teoria, mais teorias tão longe da realidade,
Preciso tanto, amigo,
Do teu peito para encostar minha cabeça,
E sentir o ritmo da vida, no som do teu doce coração,
Como voltar a sorrir?
Vou a janela...vejo as estrelas no brilho delas avisto o brilho do teu olhar,
O verdadeiro brilho da felicidade, durmo, acordo, durmo de novo,
Um novo dia esta a começar,
Abro a porta e saio
Na rotina diária, deixo escapar falsos sorrisos,
Tenho vontade de te vê chegar,
então saio a caminhar por onde poderia te encontra,
sento num banco, sem esperança nenhuma fico a te esperar.
A noite vem e eu continuo ali sem quere desisti,
-- Beije minha mão, Querido Amigo!
Hoje é o meu aniversario, e o melhor presente
que poderia receber era sabe que estas bem!
                                                     Margareth Cunha
 
Margareth Cunha
Enviado por Margareth Cunha em 16/08/2011
Código do texto: T3163968
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Margareth Cunha
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
172 textos (3532 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/05/17 02:07)
Margareth Cunha