Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta


No delinear das palavras
O poeta fica a escrever!
Sobre um amor proibido
De um anjo ferido
Que tendi a renascer!
Surgindo como uma musa
No resplendor do seu amor
Mas que deixa transparecer
Sofrimento da mais pura dor!
De não poder lhe amar!
Ficando so a suspirar
O fruto de um amor proibido!
Que não pode nem provar
Então o poeta fica no delinear das palavras
So a escrever
E nos seus devaneios de sonhar
Em  um dia lhe ter.

EDU
Enviado por EDU em 07/07/2005
Reeditado em 29/07/2005
Código do texto: T31903
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
EDU
Praia Grande - São Paulo - Brasil, 39 anos
127 textos (9322 leituras)
1 e-livros (92 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:46)
EDU