Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minhas Lágrimas

Quantas já verti!..
Nem me lembro mais!
Eram doces da tua saudade...
Amargas pelo meu desespero,
Suaves ao pensar na tua volta..
Esperançosas, pelo poder do meu Amor.

E, fui, pouco a pouco,
colhendo um rozário de pérolas,
da melhor qualidade,
pois eram as minhas lágrimas,
em ofertório para ti,
de quem jamais desistiria,
deslizando minhas lágrimas ou não!

E, de repente,
senti que não mais as tinha!
Haviam secado...
Não de amor, não de dor,
mas da incomensurável distância
da tua presença que não vinha!..

Perdi meu chão,meu compasso.
E no meu descompasso,
torno a te pedir:
"Vem,Amor"!
pois elas teimam em voltar,
a inundar meus olhos,
a banhar esta face,
já tão sentida,
sofrida,
enternecida,
deste louco amor
por ti!..

Eda Carneiro da Rocha

"Poeta Amor"
www.albumpoeticoeda.com.br
Poeta Amor
Enviado por Poeta Amor em 11/07/2005
Código do texto: T33143

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poeta Amor
Araruama - Rio de Janeiro - Brasil, 81 anos
398 textos (14774 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:37)
Poeta Amor