Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor Maduro

Deitado na cama
Eu te vejo dormir
E sob as curvas do lençol
Eu constato
Que ainda é em teu corpo
Teus dois braços
Onde moro
Onde vivo
Onde sonho
Onde sou feliz.

Cada vez que te procuro
Sob as curvas do lençol
Vivo tudo o que vivemos
Sinto tudo o que sentimos
Desde o princípio.

Cada vez que te toco
Cada vez que te afago
Cada vez que te possuo
Cada vez que me entrego
Vivo cada momento passado
Cada vez que nos amamos
Cada filho que nos demos
Cada sonho que sonhamos
Desde o princípio.

Meu amor é o mesmo
Não mudou a ternura
Não murchou o desejo.
Sinto tudo o que sentimos
Desde o princípio.

E é por isso
Que cada sinal do teu corpo
Transformado pelo tempo
Me faz viver o que fomos
Me faz viver o que vivemos
E renovo-me em minha paixão
Feliz por perceber
Que somos os mesmos
Somos melhores.
Nos tornamos um só.
Maurício Victor de Uzeda
Enviado por Maurício Victor de Uzeda em 12/07/2005
Reeditado em 01/05/2009
Código do texto: T33283

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maurício Victor de Uzeda
Lençóis Paulista - São Paulo - Brasil, 58 anos
49 textos (3267 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:43)
Maurício Victor de Uzeda

Site do Escritor