Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LEOPARDO ALBINO

sigo o leopardo albino
pelo labirinto da floresta
                   silenciosa
da cidade ainda adormecida
roçando-lhe ao de leve as pegadas
apenas levado pela ânsia
                     dolorida
do teu perfume


cercado pelos muros
e cego pela perseguição
dou de repente por mim
exausto nos teus braços
de suave penugem verde
como asas de pássaro
                   tropical


recebo então o mel denso
do teu seio de porcelana
e a felicidade visita-me o rosto
como um bando de anjos
                      no céu


devagar dizias
                      meu menino
e logo sonhava voar dias e dias
nas asas da ave ainda suada
e via como o leopardo albino
que rastreava sem tino
                      nas sombras
era sempre
                      eu

José António Gonçalves
(08.01.05)

IN: Arte do Voo (Antologia Poética)
     Organizado por António Furnier
     Coleção Ausência Quebrada - 12
     Editora Ausência - Junho - 2005
JAG
Enviado por JAG em 14/07/2005
Reeditado em 15/07/2005
Código do texto: T34419
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JAG
Portugal, 62 anos
117 textos (41779 leituras)
4 áudios (187 audições)
1 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:10)
JAG