Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

vestido negro




Aquele vestido negro
Que você um dia, esqueceu.
No meu guarda-roupa, guardado.
Junto, de propósito deixastes.
Velhos frascos de perfumes,
Em cima da penteadeira.
Aquela escova, ali jogada.
Contendo, alguns fios de cabelo.
São lembranças, que restaram.
Em nosso ninho de paixões.
Restos de um grande amor.
Vividos com intensidade.
Na cumplicidade, deste apartamento.
Onde só resta saudades.
E poucas coisas que lembram.
Os momentos que aqui passamos.
Momentos que eu sempre lembrarei
Sempre que abrir meu guarda-roupa.
E ver aquele vestido negro.
E seus restos de perfume.
Eu vou recordar,
Que tu passaste por aqui.
Como sei que lembrarás,
Sempre que ouvires esta poesia
Pois, tenho certeza, que algum dia.
Alguém irá ler para você.
Então lembrarás de mim.
E terá saudades, deste ninho.
Que deixastes, para voar.
A procura, de espaço e liberdade.


                                                       Volnei R. Braga
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 17/07/2005
Código do texto: T34965
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:42)
Volnei Rijo Braga