Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O POEMA DEIXOU-ME NUA



Um pensamento-verso deixou meu peito
Tão tênue como o fio do bicho-da-seda
Levou consigo um pouco de minha essência
Senti , aos poucos, outras palavras
Retirando-se das minhas partes interiores
A formando um mosaico colorido de ternura
Tal qual um caleidoscópio...
Senti frio, senti calor
O ardor da poesia transmutando-se
Da inspiração à arte final
Lentamente!
Olhei para fora de mim, senti-me nua
A meus pés, minhas vestes de sonhos
Repousavam
Em minhas mãos, o poema exalava o perfume
De nosso imenso amor!

Denise


Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 05/02/2005
Código do texto: T3537

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (915574 leituras)
16 áudios (8876 audições)
311 e-livros (34050 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/16 07:15)
Denise Severgnini