Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0367 - Escolhas


 
Escolha qual metade quer de meus sonhos,
que seja rápida, única quando tornarmos paixão.
 
Quero todos os múltiplos do carinho que tenho,
em meu corpo de amante existem outros corpos,
outros deuses, outras juras que jamais direi.
 
O que mais importa é se meus sonhos são seus,
que eu desapareça dentro de você, todo eu,
diz que não a possuo, ainda que negue, é minha.
 
Não me devolva estes loucos sentimentos,
melhor ainda, devolva se puder, sei que não quer,
deixe que eu cresça mais e jamais me removerá,
ficarei seu, assim como é minha, minha como agora.
 
Que em mim perdure as sombras, as luas,
o sol que lhe aquece, como o orgasmo que provoca,
deixarei a vivência de excessos sem amor, sem paixões.
 
Transfiro para você as sobras dos meus passados,
desejo-lhe que seja impura, toda impura como meus desejos;
se necessário, que me enlouqueça, que lute e não morra,
mas deixe-me amar, me leva como seu, unicamente seu...
 
20/07/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 20/07/2005
Código do texto: T35997
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116244 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:42)
Caio Lucas