Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Maria-Sem-Vergonha"

Maria-Sem-Vergonha
 
Sou a Maria-Sem-Vergonha
Sou a dona do bordel das flores
Que vive a vida só de amores
Mas deixa no gosto a fumaça
Da vida que tudo passa
No eterno festival  de cores...
 
Sou também aquela criatura
Parenta da Maria-Trepadeira
A prima-flor que só faz besteira
Levando no nome uma carga
Mas sendo só de outra maneira
Aquela flor distinta, brejeira...
 
Sem-Vergonha ou Trepadeira
Não somos flores das feiras
Somos de um jardim encantador
Somos assim chamadas
Como as flores do amor
Sem vergonha e sem pudor...
 
Marias existem muitas por aí afora
Mas cheirosa assim como eu sou
Sou donzela linda cor de rosa
Das flores sou a mais formosa
Enfeito tudo, sou muito charmosa...
 
Nos nossos jardins floridos
Temos flores de montão
Cheias de amor e paixão
Pra todos os gostos pedidos
Temos amor, ilusão no coração
Mas temos tudo com emoção...
 
Dizem que as Marias Sem Vergonhas, dão
Em todo lugar, mas é mentira deslavada
Me recuso a dar em beira de estrada
Sem vergonha ou trepadeira, dou
Porque dou pra quem me mereça
Amo, mas não sou descarada...
 
Num turbilhão de amor a sensação
Fala mais alto que outra qualquer
Sou Maria-Sem-Vergonha e então
Amo a vida  e enriqueço sonhos
Sou sem vergonha, sou mulher
Porque sou pro que der e vier...
 
Myriam Peres
Myriam Peres
Enviado por Myriam Peres em 22/07/2005
Código do texto: T36740
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Myriam Peres
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 86 anos
473 textos (54603 leituras)
5 e-livros (275 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:16)
Myriam Peres