Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0373 - Restos de paixão


 
Não lembro onde deixei minha paixão,
fez do meu coração um pedaço de deserto,
não sei como voltar,
peço que me devolva, seja como for,
não sei se foi por amor, ficou longe demais.
 
Sua paixão é estranha, não fica perto,
não pense que é imortal,
a solidão pode lhe encontrar por aí,
qualquer dia seu amanhã pode mudar,
não chore agora, deixa pra depois.
 
Meu silêncio é como um templo fechado,
todos pensavam que amar você era natural,
preciso resistir ao seu chamado,
não sei como, vai ser assim, vou ser imoral,
posso qualquer coisa depois de você.
 
Não preciso mentir que tudo foi por amor,
os seus depois que não a deixou perceber,
tentei lhe avisar, seu orgulho a deixou surda,
se disser que vou voltar, ainda não sei,
quero seguir andando, ainda preciso ser feliz.
 
23/07/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 23/07/2005
Código do texto: T37008
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116245 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:02)
Caio Lucas