Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FRAGRÂNCIA DA SUA PELE

Se eu lhe olhar muito,
Peço que me perdoe
É que eu trabalho com as vistas,
Com os olhos cheios de calor
E mesmo no escuro eu vejo
A luz que emana
Da fragrância da sua pele

Se eu tirar de dentro do peito
Um suspirar bem profundo,
Peço humildemente que não ligue
É que sou muito sensível
Quando de você me acerco
E sinto bater lá no cérebro
A fragrância da sua pele

Se eu ficar atordoado
Sem saber o que fazer
Quando você se apresenta,
Não ligue, cale, suporte
É que o ar me entontece,
Me deixa louco, adormece
Com a fragrância da sua pele

Se penso que é rosa vermelha
Ou outra cor que enternece
A sombra dos seus cabelos,
É isso mesmo que penso,
Que cheiro, vejo e respiro
Quero sentir num supiro
A fragrância da sua pele


© Fernando Tanajura
Siga-me no Facebook: www.facebook.com/fernandotanajura


(in Coisas do Coração - João Scortecci Editora
São Paulo/SP - 1993)
Fernando Tanajura
Enviado por Fernando Tanajura em 24/07/2005
Reeditado em 17/08/2016
Código do texto: T37183
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernando Tanajura). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Tanajura
Estados Unidos
1467 textos (154808 leituras)
1 e-livros (154 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:40)
Fernando Tanajura