Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Retina.

Guardo intacto na retina, o infinito da sua ultima presença,
De olhos fechados pra não te perder,
Te guardo intacta na retina, do teu sorriso ao teu brilho,
De olhos fechados, e ainda assim ilumina,
Te guardo intacta na retina,
De olhos fechados pra sonhar... com você,
Pouco a pouco a lagrimas escorrem, escorrem você,
Pouco a pouco começo a te perder, na retina intacta, e começo a esquecer,
Anjo, meu amor, queria somente te prender, desse dia em diante, você foi embora, em parte a retina, reparte e parti, tenho você em toda parte,
Imagens que se confundem, te vejo sorrir, depois voar, partir, e tudo o que tenho se parte,
Confundo luz e escuro, eu não sei onde estou, fecho os meus olhos, e espero você me levar, me leva, se quiser me reparte, me espalha por toda parte,
Esqueça! me deixe aqui, eu não posso partir,
Temos o um fruto, uma menininha, fruto de todo nosso amor,
Eu desejo ir, mas desejo ficar, não posso partir, tenho um anjinho pra criar,
Te guardo intacta na retina, quando tudo esta difícil,
Eu simplifico, fecho os olhos pra te ver, guardada na retina,
Eu simplifico, eu deixo as lagrimas escorrerem você, eu paro e respiro, e então continuo, sempre na retina...sempre na retina.
Leo Magno Mauricio
Enviado por Leo Magno Mauricio em 26/07/2005
Código do texto: T37774
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leo Magno Mauricio
Guarulhos - São Paulo - Brasil
455 textos (14413 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:07)
Leo Magno Mauricio