Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0385 - Falta-me ela


 
Muitas vezes sou noite, em torno, apenas uma sombra,
todas as luzes se apagam, cobrindo-me de negro,
na memória algumas lembranças e alguns poucos sonhos,
fecho os olhos e vejo todos os restos de paixões,
no céu nenhum brilho, no coração amor, muito amor.
 
Sinto falta dos braços da mulher ao meu redor,
sabe o que sinto, sabe quando estou só,
meu corpo precisa estar junto ao dela,
não importa onde, as horas, não importa se for hoje,
não quero meus desejos soltos pela madrugada.
 
Serve-me do teu amor em minha taça preferida,
deixa que use tua boca para que coloque meu sabor,
receberás meus segredos ao tocares meu peito,
fazes com que tuas mãos me aconchegue, toca-me forte,
seja profunda, dize-me dos teus desejos para que eu abuse.
 
Importam-me todos os nossos amanheceres, todos os sexos,
o meu e o teu, lambuzados do amor dividido na noite anterior,
deixo tua alma sonolenta até que retorne ao teu corpo,
provoco-te com beijos que não te deixarás esquecer,
em algum lugar deixo escondido um segredo, até que volte.
 
29/07/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 29/07/2005
Código do texto: T38596
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116244 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 09:02)
Caio Lucas