Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

hoje quero, e vou.


Hoje vou, e quero.
Gritar cantar, recitar, falar enfim.
Dizer ao mundo, que voltei.
Para ficar, buscar, e, encontrar.
O que perdi, para o passado.
Minha infância, minha juventude.
Mas, não as quero de volta.
Apenas quero, vivê-las um pouquinho.
Só um pouquinho, nada mais.
Se assim, o, Senhor me permitir.
Vou sorrir, brincar dar cambalhotas.
Fazer coisas que á muito não faço.
Perturbar a filha da vizinha.
Minha primeira namorada.
Que na minha juventude.
Foi companheira, foi amiga, irmã.
Nós éramos um só, nos bailes e festas.
Nós sempre éramos os primeiros.
Também os últimos, para a tristeza dos pais.
Que passavam a noite, á nos cuidar.
Para que nada fisessemos, de errados.
Será? Que nós éramos comportados.
Bem? a verdade, ninguém jamais saberá.

Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 31/07/2005
Código do texto: T39257
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147479 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 23:57)
Volnei Rijo Braga