Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Primavera de amor

Chegou, porém o momento. O astro novo
Sente a primeira essência se aproximar
E a tua fantasia interminável de amar
Passa a enxergar o velho como novo

Outro astro virá. A primavera
É sensual, o amor é o alento eterno da gente.
Quem o viveu uniu-se a ele eternamente
No planeta uma vida surgirá

Sempre valerá a pena porque à frente
A epopéia é cristalina, e desatenta
A expressão que chega à imaginação

Sem nostalgia. Não ter ostentação
É ser ingênuo como o grão de areia
E deixar o próprio sangue fluir na veia
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 01/08/2005
Reeditado em 08/08/2005
Código do texto: T39475
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79546 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:01)
R J Cardoso