Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0387 - Prazer! Do meu céu ao seu inferno


 
Abro os botões, um pouco desajeitado, arrancando-lhe a blusa;
depois do sutiã, desço minha boca até às pernas, alisando o corpo,
as mãos sobem juntas, correndo ao lado de suas coxas.
 
Toco-lhe o sexo sem permissão, jamais pediria,
gosto quando fica surpresa com minhas investidas,
dito meu ritmo, descubro seu corpo até invadi-lo.
 
Ouço gritos, diga meu nome, peça o que deseja que lhe dou,
coloco-a de bruços e me arrasto sobre sua pele quente,
pouso sobre seu corpo, faço-lhe como se fosse meu leito.
 
Procuro ansioso seus segredos, vasculho todos os pontos,
mergulho entre suas pernas, fazendo mudar sua respiração,
ondas de calor passam de um corpo ao outro gerando prazer.
 
Entrego-me de forma impura, lambuzando dentro do seu sexo,
um adorável descontrole toma posse da minha lucidez,
os pensamentos estão centrados no prazer do próximo gozo.
 
As imagens se misturam aos cheiros, sabores e gemidos,
na boca a saliva fica com o gosto agridoce do seu corpo,
líquidos que me alimentam, provocam e aguçam meu tesão.
 
Seguro firme seus cabelos, enquanto beijo eufórico sua boca,
as línguas se encontram como se combinassem o orgasmo,
o prazer jorra do corpo, viajo do meu céu ao seu delicioso inferno.
 
01/08/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 01/08/2005
Código do texto: T39491
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116235 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:17)
Caio Lucas