Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEDE!

Sede!

Quero o nome da rosa... Ametista
Quero tua ousadia, tua alegria.
Quero a muda, outra vida, você.
A mudança, o fogo feito labaredas.
Que queima corpos enquanto se banham.
Em cachoeiras, feito chuva de champanhe.
De límpidas águas, no sol da espera.
As circunstâncias dos contrastes
Da mata verde, com o azul do lago.
Rendo-me mediante condição.
A última dança nesse salão
Ainda havia muitas valsas
Chegou de última hora
Chegou sorrindo e perguntou.
Ta rindo de mim?
Não rindo pra você.
Pois ter você quem dera!
Tua voz é para mim melodia
Teu sim é poesia, teu não é implosão.
Feita placa de pare e siga
Livre estar verde para amar
Pare obrigado esperar.
Com o poder de girar o mundo ou fazer o mundo parar.
Em cada olhar o mundo sai do lugar
E quanto mais fico longe aumenta a vontade de chegar,
por que ainda é primavera e  ter você quem dera.
Pra minha cede matar.

Escrito em 24/10/2012, por Orlando Oliveira.

ORLANDO S OLIVEIRA
Enviado por ORLANDO S OLIVEIRA em 24/10/2012
Reeditado em 14/05/2014
Código do texto: T3950345
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Endereço da obra. Recanto das Letras de Orlando Oliveira.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ORLANDO S OLIVEIRA
Aracaju - Sergipe - Brasil, 55 anos
823 textos (26748 leituras)
4 áudios (131 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 17:00)
ORLANDO S OLIVEIRA