Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
TEMPO DE AMAR I

Não quero saber de TIM, só quero saber de te.
O M que se suprime não será de maldade, será de maravilha.
Estou santificando a natureza pela alegria de te amar.
Mesmo desgastado, o teu amor me leva ao ambiente da alegria, onde posso encontrar, aberta, para te amar.
Este me oferece as felicitações e apresenta:
- Aqui é o amar.
Mais à frente, sua irmã, a ternura. Entre os amores de primavera que deveriam ser de verão, mas tiveram dó de nós e se adiantaram. Para que a Cidade Maravilhosa não padecesse de tristeza, desordem, vaidade e destruição.
Sou um cara diluído na própria natureza.
Estou amando em todos os lugares.
Estou embriagado das cores do mar, estou conseguindo chegar ao ponto mais alto do amor no Corcovado.
Não me façam, por favor, voltar ao nível do mar, não me avocam, não me liguem, não me ofereçam recompensa, quero viver em fantasia, flores, península e sombra.
Este é o momento de glória. Tempo de amar.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 02/08/2005
Reeditado em 14/05/2007
Código do texto: T39778
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79546 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:12)
R J Cardoso