Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMORES AO SOM DE UM TENOR

UM AMOR NA VARANDA
JANELAS ABERTAS
BATE O VENTO
MARESIA DO MAR
CALOR LÁ FORA
NOSSOS CORPOS FERVENDOS
DE PAIXÕES
NO CHÃO ROLAMOS COMO
UMA BOLA DE FUTEBOL
BATEM EM TODOS OS LUGARES
SEM SENTIR NADA
SÓ OS NOSSOS CORAÇÕES
O SOM É UM TENOR
QUE FORMAM ECOS
COM O BALANÇAR E O RITMO
DE NOSSOS CORPOS
QUEM CANTA É
JOSÉ CARRERAS
ESSE SOU EU MURMURANDO
AO OUVIDO DELA
A VOZ DOCE
GEME
QUE NEM A DE MARIA CALLAS
PENSO QUE SOU
ENRICO CARUSO
NAS EMBALADAS DO NOSSOS CORPOS
SÃO TANTOS TENORES
QUE NEM AS ESTRELAS
QUE ESTÁ TESTEMUNHANDO
NOSSO AMOR
NADA MELHOR AMAR
ATÉ AO AMANHACER
SEM PERCEBER
O TEMPO PASSAR

Milton Nunes Fillho
Enviado por Milton Nunes Fillho em 02/08/2005
Reeditado em 15/09/2005
Código do texto: T39788
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Milton Nunes Fillho
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
1141 textos (460480 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:12)
Milton Nunes Fillho