Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Gigante adormecido"

Gigante adormecido

 
Não despertes este meu amor
Que trago fechado em meu coração
Deixa-o quieto na sua solidão
Condenado que está, vive da paixão
Dos sonhos sentidos com emoção...
 
Não acordes o gigante dos meus beijos
Pois estão guardados, encarcerados
No silêncio do meu palpitar
Deixa-o adormecido ficar, estar
Deixa-o sozinho sem o acordar...
 
Gigante amigo do meu próprio sonhar
Forças ocultas que vêm determinar
Meus anseios loucos a saborear
Nos recantos do seu dormitar
Não o deixe agora querer acordar...
 
Deixa este gigante poder dormir
Está sofrido, carente de tanto esperar
Está doente, ausente de tanto suspirar
Neste descanso vai poder acordar
E despertar furores em todo lugar...
 
Carrilhões batem e o gigante acorda
Pleno em suspiros pra poder amar
Não o amor que é só desilusão
É aquele que enlouquece meu coração
Num furor intenso, cheio de paixão...
 
O amor de fera dos meus setenta
É insustentável o que a loucura ostenta
Tanta paixão que meu coração agüenta
Amor felino dos meus devaneios
Amor carente dos próprios anseios...
 
Deixa adormecida a esperança
Que está doente, está demente
Nos anseios que acordada sente
Deixa-a adormecida a sentir somente
Os sonhos de amor desse amor carente...
 
Sou fera ansiosa, cruenta, sedenta
Com dentes à mostra pronta a atacar
Sou meu dragão imerso em sua solidão
Num amor sentido cheio de emoção
É como uma avalanche, meu amor vulcão...

Myriam Peres
 
 
Myriam Peres
Enviado por Myriam Peres em 03/08/2005
Código do texto: T40023
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Myriam Peres
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 86 anos
473 textos (54609 leituras)
5 e-livros (275 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:11)
Myriam Peres