Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÚLTIMO ABRAÇO

Dei-te meu último abraço
nesta florida manhã que enlaço
teu corpo na lembrança do antigo ninho...
Deixo-te ao findar da madrugada
com a alma na saudade mergulhada
e ainda sinto o teu perfume nos lençóis em desalinho...

E a noite, emoldurada em fantasia,
me traz de volta o teu corpo em letargia
que me entregas sem receios e sem pejos...
Sim. Jamais hei de dizer-te frente a frente
que o desejo que se passa em minha mente
é de cobrir de realidade os nossos beijos...

É verdade... Não se revive o passado
senão na lucidez de um sonho procurado,
e na certeza de que tu vens, mas que tu vais...
E ele me traz o teu amor franco e leal,
o desnudar de tua alma sensual
a confessar cumplicidade com meus ais...

Não há palavras para dizer desta saudade
nem linguagem que defina esta verdade:
O sentimento maior é nosso tema!
Mas, ficaremos no mutismo sem qualquer definição,
pois é verdade o que diz teu coração:
“ O silêncio é muitas vezes um poema..."


Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 03/08/2005
Código do texto: T40044

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
493 textos (66358 leituras)
11 áudios (2996 audições)
1 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:17)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor