Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA VIVO

Como cantar-te em versos
se és um poema vivo ?

Rima não há que descreva
o fascínio que permeia teu ser
porque és simplesmente
a beleza, a cor vibrante
a leveza firme, persistente
o amor doce e iluminado.

Métrica não há que transcreva
o lúcido sentimento enlouquecido, lascivo
levitando em minh´alma e
que em círculos concêntricos vem, vem..
emerge do meu coração e,
suavemente, em êxtase
não quer calar.

Nossa ! És um poema vivo
Um divino espetáculo
que meus olhos querem mirar
que minhas mãos querem sentir
que meus lábios querem perpetuar
numa jura eterna
e a todo instante repetir
TE AMO !

Beth Muniz
Enviado por Beth Muniz em 03/08/2005
Reeditado em 04/10/2005
Código do texto: T40098

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Este texto pode ser reproduzido e enviado, desde que o nome do autor seja citado.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Beth Muniz
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil, 55 anos
20 textos (1764 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:46)
Beth Muniz