Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vírus do amor.

Fui contaminado,
por um tipo de vírus danado;
entrou pela porta da visão;
num abrir e fechar de olhos,
foi para dentro do meu coração.

Esse vírus é ligeiro,
a gente pega de montão;
pega na escola, no trabalho,
pelo caminho e na condução.
Se for um sentimento passageiro;
o diagnóstico é certo: é paixão.


A paixão é traumatizante;
deixa marca, deixa seqüela;
deve-se tomar cuidado,
para não ficar preso a ela.

Mas o vírus contagiante;
entra através de olhares cintilantes;
alguns dizem:  Ah! Foi amor a primeira vista!
Com esse tipo de vírus não há quem resista.

Esse vírus entra também através do beijar;
se for bem aplicado;
não há quem possa escapar.
Quem por ele é atingido;
fica com um sentimento no peito;
se não for rapidamente correspondido;
não há doutor que dê jeito.
Sabe de que vírus estou falando?
Estou falando do vírus do amor!

Esse vírus não causa grande dor;
ele causa em você um bem estar;
porque ele começa te fazer a amar.
Levanta a tua alto estima;
com esse vírus não há quem não se anima.

Quem por ele é contagiado;
fica todo empolgado;
a felicidade é uma só.
Não precisa de remédio;
nem de se ter dó;
só precisa de carinho,
e de muita atenção;
cama, beijo e muito tesão.
Esse é o vírus do amor;
Eta! Trem bão !

SilvaWS
Enviado por SilvaWS em 04/08/2005
Código do texto: T40171
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
SilvaWS
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil
130 textos (11693 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 07:54)