Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

busco nas entrelinhas saber



Hoje á noite...
Quando saíres á rua.
Talvez ainda esteja frio.
E, sentirás a brisa gelada.
Acariciando teu rosto.
Tentarás, cobri-lo com as mãos.
Para que tua face não sinta, o frio.
Que virá com certeza te beijar.
E tuas mãos de nada te servirão.
Apenas meu beijo, tua face aquecerá.
E nesta mesma rua deserta.
Fria e escura, sentirei o mesmo frio.
Que tu estás, sentindo.
Porque, é meu destino te procurar.
Tu és meu presente, meu futuro.
Tu serás meu sossego.
Porque meu futuro, ainda é indefinido.
Busco nas entrelinhas, saber.
O que seria de mim, o que seria de ti.
O que seria de nós dois.
Talvez seja esta noite fria.
Que teima em acariciar teu rosto.
Tão meigo, deixando tua pele.
Fria e gelada, se esse vento frio.
Continuar, teimando tua face soprar.
Podes ter certeza, que virei teu rosto beijar.
Trarei pra ti meu afago.
Para aquecer teu corpo, tua alma.

                               Volnei R. Braga

Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 06/08/2005
Código do texto: T40814
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:44)
Volnei Rijo Braga