Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0397 - Era uma vez um homem...


 
Esqueci teu rosto, tua imagem descoloriu,
apaguei os astros do teu céu,
não existem sombras, apenas uma tarde,
como outro dia qualquer antes da noite.
 
Entrego-te ao passado, devolvo tudo,
as horas de espera, as promessas,
até as marcas que fizestes na minha pele,
dentro e fora, assim como ficou a tua.
 
Deixei jogado ao vento algumas paixões,
apaguei nomes, esqueci letras do alfabeto,
nos olhos ficou apenas meu brilho, todo ele,
quando me sentir só, me apaixono...
 
Era uma vez um homem que devolveu o amor,
desligou o fogo da caldeira, apagou a paixão,
lambeu todos os beijos que ficaram nos lábios,
largou o coração na prateleira, juntinho da saudade.
 
08/08/2005

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 08/08/2005
Código do texto: T41158
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116248 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:29)
Caio Lucas