Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tudo é simples....

Lembro-me dos cheiros, das cores, de tudo....
Do mais insignificante dos pormenores daquele dia em que a luz invadiu a minha alma para se retirar depois as presas e deixar somente o fino veu da escuridão.
São pequenos pormenores que para um leigo, alguém que não tenha como eu sentido os odores das rosas passarão sempre desperpecebidos.
Mas, se tb sentir guardara no mais profundo dos esconderijos, a alma a lembrança do eterno sentir.


Tudo é simples....
As emoções só ficam descontroladas quando nos permitimos que fiquem...
Quando o ser é desvastado pela furia selvagem da paixão
Esse sentimento que os seres humanos trazem já dentro de sí e um dia é acordado pelos aromas, pelos toques, pelos beijos de amor, de avidez e dor.
Que faz com que sejamos poetas e poetisas
Que nos desvanesce e nos lapída os sentidos
Deixando trasparesser a face de diamante
Nos tornando a cada um na sua maneira
Eternos amantes...
De um amor sem limites
Onde as barreiras já não existem.


Lx
18-06-2005
13:07

Wanda Ayala
Enviado por Wanda Ayala em 10/08/2005
Código do texto: T41628

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Wanda Ayala-www.recantodasletras,.uol.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Wanda Ayala
Portugal
425 textos (36692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:03)
Wanda Ayala