Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPORAIS


Ouça-me
Não escute só meus reclamos
Minhas elocuções imperfeitas
Minhas frases feitas.

Sinta-me
Em furor desvendar teus segredos
Desalinhar as tranças dos teus pelos
Adoçar o sal da tua boca loca de desejo.

Veja
O fulgor dos meus olhos iluminam os teus
Colorindo a íris de esplendor matizado
Cristalizando cada lágrima de amor.

Quero você
Prisioneira do meu Taj Mahal
Despida do estresse cotidiano
Amando-me em temporal.
Antonio Virgilio Andrade
Enviado por Antonio Virgilio Andrade em 11/08/2005
Código do texto: T41875
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Virgilio Andrade
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
152 textos (16226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:47)
Antonio Virgilio Andrade