Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Limitar o Limite

Limitar o Limite

Quando olhamos em nós
 percebemos nossas misérias, egoísmo e vaidade.
Como somos pequenos e mesquinho?
Por nossos desejos, caprichos jogamos tudo pro alto
diminuindo o foco de  nossos olhos
com tapas, olhamos para uma única direção,
sem ao menos refletir os nossos atos
e as machucaduras que vamos abrindo
nas pessoas que nos ama e que amamos.

Como um sádico, seguimos nossas paixões,
 caminhando pelas ilusões,
escondendo da verdade, abrindo valas
 que mais tarde seremos nelas colocadas.
Sangrando corações, destruindo famílias sentimentos.
Construindo ressentimentos
para  mais tarde com a cabeça baixa
depois das desilusões
sentados na calçada, olhando sem direção,
servirão como justificativas
de nossas  lamentações.

Arrepender é necessário, mas, mais que isso
é conhecer há si mesmo, limitar o limite
refletir a atitude, não mergulhar na inconseqüência,
não dar asa ao sentimento, não ociosar o coração,
nem dar tempo para o tempo
para que a paixão do momento
não se torne a prisão, de uma grande frustração.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 13/02/2005
Código do texto: T4259
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1219453 leituras)
5 e-livros (11756 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:57)
Ataíde Lemos

Site do Escritor