Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

APOGEU DA SAUDADE

Foi através de
nosso olhar,
que um dia nos conhecemos,
você se lembra?

Foi como se tivéssemos
encontrado tudo o que
faltava às nossas almas.

Foi nesse contemplar,
que acabamos nos entregando
ao que sempre julgamos
nos pertencer,
o imperativo do amor.

E assim, fomos emoldurados
e apresentados ao mundo
por meio das vias expressas da vida.
Mas, fomos tomados pelo torpor,
e adormecidos não conseguimos enxergar,
pela fenda do sentimento,
o que o destino nos reservou.

A gema da petúnia,
símbolo do que nos unia,
acabou não germinando,
e não existiram flores...

Fomos vencidos pela
senda do engano e,
acabamos não atingindo
o tão esperado auge,
a não ser o apogeu da saudade.
Wil
Enviado por Wil em 18/08/2005
Código do texto: T43426
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84525 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:23)
Wil