Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALMAS GÊMEAS SOLITÁRIAS

Você não imagina
Como sinto tua falta,
Há tanto tempo te espero,
Querendo te conhecer,
Bem mais que imaginas,
Te aguardo há tantos anos,
Desde que era menina,
Desde que descobri o amor,
Mas assim como eu,
Tiveste que primeiro passar
Pelo aprendizado de amar,
E pelo desgosto de sofrer,
Por desencontros,
Pela solidão,
Pelo desencanto,
Pela falta de atenção,
Pelo desrespeito,
Pela falta de carinho,
Tudo para ao cruzar nossos caminhos,
Pudéssemos no olhar...nos reconhecer,
Como almas gêmeas solitárias,
Sofridas e mal tratadas,
Sem ter a menor esperança,
De conhecer o verdadeiro amor,
Apesar de ser estranho ...Te amo!
E bem mais do que tudo,
Vivo hoje neste mundo,
O desejo de te conhecer,
Pra viver este grande amor,
Novamente com você.

 
Sonia Ferraz
Enviado por Sonia Ferraz em 18/08/2005
Reeditado em 01/11/2013
Código do texto: T43473
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Ferraz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
665 textos (37144 leituras)
33 áudios (5813 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:51)
Sonia Ferraz

Site do Escritor