Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO DIGAS

Não digas que teu jeito é este
que não sabe admirar as estrelas
que não se arrepiou com um abraço apertado
e que o teu sentido não permaneceu estonteado.

Não digas que nunca sentiu saudades
que teus olhos nunca foram inundados pelas lágriamas
ao recordar no silêncio amargo
que o verdadeiro sentimento sempre esteve ao seu lado.

Não digas que perdeu no tempo o gosto de um beijo
expontâneo ou em algum momento roubado
depois o gesto não ter amado
e querer repetir mil vezes no grito do teu desespero.

Não digas que nunca se entregou
que deixou de abrir tua alma para a felicidade
e que esquecida pela vida foi conduzida para o nada.
Não! Não digas que não foi amada.

Não digas que ao ser acariciada nada sentiu,
não digas que a conversa das flores também não ouviu
que não viu o deslizar das aves no céu
e que nunca soube que meu amor foi sempre teu.
Wil
Enviado por Wil em 18/08/2005
Código do texto: T43582
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2623 textos (84610 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:20)
Wil