Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RESPOSTA AO SILÊNCIO

Pelo acalanto de um terno abraço,
Segui uma estrada de anseios,
Sem freios até minha chegada.
No acalanto da noite te pertenci,
Mas, nas asas dos meus sonhos não vivi,
O tempo tão pequeno não permitiu,
Que eu pudesse realmente sentir você.
E hoje na procura de respostas,
Descobri o silêncio nas minhas costas,
A indagar de mim o que senti.
Não sei o que deixei quando parti,
Se deixei saudades ou um vazio imenso,
Tem momentos que penso que o perdi.
Tem minutos de puro arrependimento,
De ter aceitado aquele breve encontro.
Mas tem horas que o sinto tão perto,
Que consigo sentir o calor do teu corpo,
E sentir outra vez o sabor dos teus lábios,
Que chego a desejar intensamente viver,
Aquilo tudo novamente com você.
A única coisa que posso dizer hoje ao silêncio,
- É que o amor que tenho dentro do coração,
Ainda vibra com toda a alegria que senti,
Naquele tão mágico e esperado abraço.
E se não pude deixar-te a mesma emoção,
Pelo pouco tempo que me foi permitido,
E que se por isso, eu possa tê-lo perdido,
Pois, tantos sonhos não puderam ser vividos,
Guardarei dentro de mim com muito cuidado,
Aqueles breves mais especiais momentos,
Onde fui feliz por finalmente estar ao teu lado.


20/07/03 - SereiaSP
Sonia Ferraz
Enviado por Sonia Ferraz em 19/08/2005
Reeditado em 17/07/2016
Código do texto: T43800
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Ferraz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
665 textos (37147 leituras)
33 áudios (5813 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:12)
Sonia Ferraz

Site do Escritor