Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0415 - Desejos do amor



Só o amor tem desejos do desejo,
sejam velhos como o tempo
ou novos como um riso depois do beijo.

Deixo pra ti meu amor líquido,
como se necessário fosse matar tua sede,
tão forte que brilha ao escorrer na beirada do coração.

Dá-me tua ternura um tanto exagerada,
como se fosse meu penúltimo desejo de ficar,
mesmo ferido de morte voltarei, só pra teu amor.

Quando faltar tua alegria, te darei paixão,
entrarei por entre a pele quente, arrastando meu tesão,
acordarei teu sexo por dentro, umedecendo-o com amor.

Agradeço ao teu amor pelos meus desejos de ti,
voltarei mais vezes, a cada dia mais forte, mais teu...
os êxtases não terminam com a noite, continuam amanhã.
 
Adormeças em meus braços depois que fizermos amor,
não deixes que os desejos sonhem com outro coração,
ponha nos lábios todos os ''te amo'' como nossa canção.

22/08/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 22/08/2005
Código do texto: T44273
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116248 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:33)
Caio Lucas