Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saciedade

Minha voz é leito macio,
água que escorre suave
deslizante margem de rio,
quando indago sua boca
e, sem restrição
seu nome,  sem pressa
pronuncio.

Seus olhos  braseiros atentos
são densos além, da concepção
réstia de sol adentrando a janela,
primeira manhã
do novo verão.

Lábios inebriantes
qual cálice de vinho
alheios à sombra
fatal realidade
sublime silêncio
e depois desse tempo,
resta de nós
só saciedade
AndreaCristina Lopes
Enviado por AndreaCristina Lopes em 23/08/2005
Reeditado em 22/11/2010
Código do texto: T44476
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
AndreaCristina Lopes
Cascavel - Paraná - Brasil, 43 anos
483 textos (22678 leituras)
6 áudios (660 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:54)
AndreaCristina Lopes