Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vem comigo...

Quero caminhar a seu lado.
Só quero caminhar com você!
Não precisa dizer-me nada
e nada direi a você.

Quero ver o amanhecer;
amanhecer que acontece diariamente!
Todos os dias é assim...
Hoje porém, será diferente,
porque estou com você.
Você não dirá nada e
eu entenderei tudo!

O sol, ao erguer-se,
por traz dos montes,
encontrará nós dois:
Você e eu; eu e você!
Iremos seguindo juntos.

Juntos seguiremos o seu caminho;
caminho que é meu também.
Juntos olharemos as flores...
flores enfeitando nosso caminho!...
Uma profusão de cores e perfumes;
perfume suave, cores de alegria;
alegria de caminharmos juntos.

Vem comigo!...
dá-me sua mão.
Vamos seguir rumo ao horizonte!
Horizonte de esperanças e sonhos;
caminhos com flores,
flores com perfume!

Vem comigo!...
deixa-me ir com você!
De mãos dadas será mais fácil;
pois você me ajudará e
eu ajudarei você.

Vamos pisar na relva orvalhada;
ver juntos o desabrochar de uma flor;
ouvir o canto dos passarinhos!
Flores e passarinhos,
na sinfonia do alvorecer!
Relva molhada...
flor se abrindo...
passarinho cantando...
Bom dia sol!
Bom dia vida!
Vida de todos.
Nós dois e a vida.

Vem comigo!...
Quero ir com você.
Quero pisar na areia da praia,
praia deserta e areia quente;
quente do sol, que caminha no alto.
Areia branca que acaba no mar;
mar, que vem beijar a areia.
Mar e areia. Você e eu!

A caminhada é longa...
se juntos, mais curta será.
O sol, no alto caminha... caminha...
o céu é azul.
No azul do céu, brancas nuvens...
oásis, para os olhos cansado.

Vem comigo!...
Dou-lhe minha alegria.
Quero o seu amor!
Faça de mim, seu oásis.
Quero você, para meu sol!
Se caminharmos juntos,
sua tristeza terá fim;
e o fim de sua tristeza,
minha alegria será.
Alegria de nós dois!
Sol, relva orvalhada...
flor perfumada...
canto de passarinho...
mar vindo beijar a areia...
céu azul, cheio de brancas nuvens...
Concerto da natureza!
Poesia celestial!

Vem comigo!...
Depois de tanta beleza,
de tanta caminhada,
de mãos dadas chegaremos ao poente.
Assistiremos ao findar do dia!
Ajuda-me a sentar. Estou cansada.
Senta bem junto de mim!
As nuvens brancas ficam rosadas
e o céu, deixa de ser azul.
Mas sua beleza permanece!

O sol, se esconde por traz dos montes;
termina o dia, chega a noite em fim.
Fica comigo!

Nossa jornada foi longa;
nossos olhos se cansaram,
na contemplação de tanta beleza!

Quero fechar os meus e adormecer;
feche os seus e adormeça também.
Seja meu agasalho na noite fria.
No frio da noite, aquecerei você.

Dá-me sua mão;
e na sua noite escura,
deixa que eu seja o seu luar!

Deixa-me chegar ao seu coração.
No meu, você já está.
Adormeça junto a mim
e sonharei por nós dois.
E... amanhã... de mãos dadas...
seguiremos rumo ao alvorecer,
sob a sinfonia da natureza!...
e...
Em nossos corações transbordantes,
o amor viverá eternamente!
E a caminhada dos caminhantes
já não será estafante,
pois de mãos dadas, confiantes,
seguiremos, rumo ao horizonte!

Vem comigo!...
Vem ...

Daize Dorça - SP, 31/04/1980.
Daize
Enviado por Daize em 23/08/2005
Código do texto: T44517
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Daize
São Paulo - São Paulo - Brasil, 76 anos
55 textos (3837 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 11:06)
Daize